Blog

março 30, 2021

Mix de Marketing: dos 4Ps aos 4Cs


Você já ouviu falar nos 4Ps de Marketing? E nos 4Cs? Calma! Vamos te explicar tudo aqui!

O Mix de Marketing é uma ferramenta clássica que auxilia os profissionais de MKT a planejar ”o que  e como” oferecer aos consumidores. São eles: Produto, Preço, Praça e Promoção. 

O conceito dos 4Ps trata de estudar cada um desses aspectos nas perspectivas da necessidade e nos desejos dos clientes, é precificar baseado em custos e na concorrência, é definir onde distribuir o produto e torná-lo disponível em vários canais de vendas e comunicar em diferentes plataformas de publicidade, relações públicas ou promoção de vendas. 

Na obra mais recente de Philip Kotler, o livro Marketing 4.0 – Do tradicional ao digital, o autor aborda a mudança de comportamento não só do consumidor como também das marcas na era digital. 

Diante disso, o conceito do Mix de Marketing evoluiu para acomodar ainda mais a participação do consumidor. Por isso, ele deve ser redefinido dos 4Ps para os 4Cs: Cocriação (Co-criation), Moeda (Currency), Ativação Comunitária (Communal Activation) e Conversa (Conversation). 

O conceito de Cocriação parte do princípio de que o cliente participa desde o estágio da concepção do produto, ou seja, é a nova estratégia de desenvolvimento de produtos. Ela também permite que o consumidor customize e personalize de acordo com o seu jeito e personalidade, criando assim a ideia de valor superior. 

O modelo de ”moeda” também está evoluindo na era digital, de padronizada para dinâmica. A precificação dinâmica – estabelecer preços flexíveis com base na demanda do mercado e capacidade de utilização – não é nova em certos setores como por exemplo, o de turismo, companhias aéreas, etc. Porém, outros setores vêm adotando essa estratégia com base em dados e big data para oferecer uma precificação única para cada cliente. 

Cada vez mais a ativação comunitária está presente em nosso dia a dia, e isso vem mudando o conceito de canal. Com o surgimento do Airbnb e Uber, por exemplo, vem crescendo uma distribuição mais ”ponto a ponto”, ou seja, essas empresas oferecem aos clientes fácil acesso a produtos e serviços que não são de sua propriedade e sim de outras pessoas. Em um mundo conectado, onde os consumidores exigem tudo muito rápido e de imediato a ativação comunitária supre essa necessidade, pois o fornecedor/prestador de serviço está muito mais próximo a ele.  

O último C (conversa) também evoluiu nos últimos tempos. Com a ascensão das mídias digitais o modo de fazer promoção também mudou. Antigamente havia uma relação unilateral com o cliente, onde as empresas apenas enviavam a mensagem até o consumidor, porém, hoje já vemos uma mudança de comportamento das marcas. Existe uma troca, onde muitas empresas disponibilizam plataformas para os clientes colocarem suas avaliações e interagir não só com a marca, mas também com outros consumidores. 

Com o Mix de marketing integrado, as marcas têm grandes chances e oportunidades no mundo digital. Pensar diferentes estratégias na concepção de produtos e serviços, criar uma comunidade ativa com a participação dos consumidores, envolvê-los em ações promocionais que sejam mais criativas, gerando engajamento e experiência. Com a maior participação dos clientes, as empresas estão criando uma marca mais transparente e humanizada.  

Referência Bibliográfica.

KOTLER, Philip. KARTAJYA, Hermawan. SETIAWAN, Iwan. 

Marketing 4.0 – Do Tradicional ao Digital

Rayssa Maximiano

Rayssa Maximiano

Publicitária| COO da MOBIC | Especialista em Marketing

posts relacionados