Blog

setembro 28, 2020

A jornada do consumidor, e suas mudanças no pós pandemia


Poucas são as pessoas que já decidem, de imediato, por algo que querem adquirir. Geralmente, os consumidores passam por um processo de decisão antes da compra, o qual chamamos de jornada do consumidor ou jornada de compra. 

Mas o que seria a jornada do consumidor?

Um conjunto de etapas que um indivíduo passa até finalizar uma compra. Essas etapas envolvem um começo, meio e fim, sendo o começo a identificação de um problema ou necessidade; e o fim, a compra.

Quais são as etapas para criar um caminho de conversão?

As empresas que desejam ter sucesso na jornada do consumidor, precisam criar estratégias para atingirem seus seus objetivos que, na maioria das vezes, é a efetuação de uma venda.

No marketing digital, por exemplo, essa jornada é chamada de funil de vendas, onde cada um dos passos da jornada possuem estratégias específicas, e ela funciona mais ou menos assim:

  1. Atrair

Nesta etapa o consumidor descobre que tem um problema ou necessidade de algo. As estratégias da empresa devem ser focadas em atração, isto é, serão focadas na descoberta e no aprendizado de um determinado produto.

  1. Converter

O consumidor já entende que realmente tem uma necessidade e ela precisa ser sanada.

  1. Relacionar

O consumidor passa a considerar, como solução, o que está sendo oferecido pela empresa.

  1. Vender

Nesta etapa, o consumidor efetua a compra, e resolve sua necessidade.

Como está a jornada do consumidor neste período de pós pandemia?

A pandemia acelerou o processo de digitalização das jornadas de diversas categorias e tem transformado até mesmos categorias pouco prováveis como a automotiva com boas experiências omnichannel.

As fases iniciais da jornada, onde construímos conhecimento e consideração por determinados produtos e serviços passaram por uma alteração na pandemia. Boa parte das tarefas feitas nestas fases passaram a serem feitas quase que 100% no ambiente online no pico da pandemia e seguem sendo assim mesmo com o afrouxamento. 

O reconhecimento da necessidade por determinado produto ou serviço, a busca por informações e exploração das alternativas antes da efetivação da compra são tarefas que se adaptaram aos tempos de isolamento e novas alternativas e pontos de contato foram criados e aperfeiçoados pelas indústrias e o varejo.

Há diversos exemplos, que vão desde o simples uso do Whatsapp e outras redes sociais para a divulgação de um produto ou serviço ou como canais de venda, passando pela avaliação de influenciadores e youtubers, até a criação de verdadeiras experiências online para demonstrar um produto ou serviço.

Avatar

MOBIC

Empresa especializada em Consultoria e Assessoria de Marketing no Nordeste.

posts relacionados